Atualidade

6 mil médicos voluntariaram-se para o combate à pandemia, mas ficam sem resposta do Governo

- publicidade -

Desde março, 6 mil médicos, fora do Serviço Nacional de Saúde ou que estão reformados, ofereceram-se para trabalhar no combate à pandemia voluntariamente, mas ficaram sem resposta do Governo.

O desafios foi lançado pela Ordem dos Médicos desde o início da pandemia em março de 2020, para que os médicos se oferecessem para ajudar na capacidade de resposta à pandemia, mas nunca foram chamados.

tarot terapêutico

Um ano depois, um grupo de 140 profissionais de saúde escreveram ao Presidente da República e ao Governo a mostrar que continuam disponíveis.

Os médicos não conseguem entender como é que não são chamados quando diariamente se fala em falta de recursos humanos no Serviço Nacional de Saúde.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui