DistritoLisboa
Em Destaque

22 mil famílias apoiadas pelo Marl e o Banco Alimentar

Marl e Banco Alimentar numa iniciativa inédita para apoiar famílias necessitadas.

- publicidade -

A parceria entre o Banco Alimentar e o MARL, maior mercado e plataforma logística pública de aprovisionamento do país, permitiu apoiar mais de 22 mil famílias durante o ano de 2020, numa iniciativa que promoveu a doação de mais de 2,1 mil toneladas de alimentos no ano passado.

Esta parceria, que existe desde 2007, só é possível devido à colaboração, através dos seus donativos, das empresas e produtores existentes no interior do MARL – Mercado Abastecedor da Região de Lisboa, numa união que origina a entrega de frutas e legumes para melhorar o dia a dia das famílias mais carenciadas, numa altura de pandemia.

Com estes números, que aumentaram quase 5% quando comparados com o ano anterior, o Mercado Abastecedor da Região de Lisboa continua a ser uma das principais entidades onde o Banco Alimentar Contra a Fome recolhe a maior quantidade de alimentos.

Contas feitas, este apoio representa um investimento financeiro superior a 2,3 milhões de euros. Recorde-se que o Banco Alimentar possui instalações cedidas pelo MARL no interior deste espaço, permitindo assim uma recolha mais rápida e a sua distribuição por quem mais precisa.

O MARL reúne no interior dos seus 100 hectares mais de 800 produtores e operadores grossistas e de logística, que fornecem diariamente 10 mil clientes, responsáveis pelo aprovisionamento direto de mais de 4 milhões de pessoas.

O MARL é uma empresa integrada no universo PARPÚBLICA que assegura um papel estruturante na cadeia agroalimentar e no sistema logístico nacional, que tem ainda como acionistas as Câmaras Municipais de Lisboa e de Loures e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui