Parceiros
AtualidadeDestaque

1.500 militares portugueses destacados para as forças da NATO

- publicidade -

Portugal vai ter 1.521 militares destacados para as forças de prontidão da NATO.

Os militares portugueses serão divididos em duas forças de prontidão: a Very High Readiness Joint Task Force, para onde serão mobilizados cerca de 1.000 militares portugueses, um navio, sete caças e 162 viaturas tácticas. O segundo grupo serão as Initial Follow-On Forces Group, em que participam quase 500 homens, acompanhados por dois navios e 36 viaturas.

A integração dos portugueses nesta operação foi confirmada pela Presidência da República, mas lembre-se que António Costa, já havia feito referência que os militares poderiam ser convocados para “missões de dissuasão sob ordens da NATO”.

Segundo informações do Estado-Maior-Geral das Forças Armadas, estão disponíveis ao abrigo da NATO Response Force, uma fragata com 195 militares, seis caças F-16 M acompanhados por 140 efetivos, uma aeronave P-3C Cup com 82 militares, um batalhão mecanizado composto por 159 viaturas táticas e 609 militares. Ainda um destacamento de mergulhadores e uma unidade de Cooperação Civil-Militar, em que estão viaturas táticas e outros militares para a cooperação civil. 

Apenas acrescentar que de acordo com uma fonte do ministério da Defesa Nacional, estas forças, que têm uma prontidão de 7 dias, são “capazes de assegurar uma resposta militar rápida a uma crise emergente”.  


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário