AtualidadeDesportoDestaqueEntrevistas

«Não tenho dúvida nenhuma que o Sporting vai ser campeão» – Bruno de Carvalho | Entrevista prt. I

- publicidade -

[Entrevista feita a 5 de fevereiro de 2021]

Em entrevista exclusiva ao Diário do Distrito, Bruno de Carvalho, antigo presidente do Sporting Clube de Portugal, comentou o desempenho da atual época desportiva dos Leões, deixando uma certeza: O Sporting vai ser campeão.

tarot terapêutico

«Não tenho dúvida nenhuma que o Sporting vai ser campeão esta época, não está onde está por acaso.» 

A seu ver, o sucesso desportivo do clube no futebol está na combinação de três componentes que considera importantes: a técnica, a tática e a mental.

«A equipa do Sporting é boa tecnicamente, é forte taticamente e é absolutamente genial a nível mental. Às vezes custa-me quando vejo pessoas a comentar futebol e se esquecem destas três vertentes, falam muito da componente mental, mas não a entendem… Por não a perceberem é que o Sporting já está na posição em que está, e o FC Porto e o Benfica continuam a afastar-se cada vez mais. As pessoas continuam enganadas na valorização destes três fatores.»

Teceu vários elogios ao Rúben Amorim e ao plantel leonino, onde, a seu ver, as três componentes que refere encaixam na perfeição.

«Existem treinadores que acham que a questão técnica e tática resolve tudo, quando eu sempre disse que a questão mental é uma das coisas mais importantes. Não chega, mas é importantíssimo. O Sporting este ano conseguiu juntar um conjunto de atletas que têm características técnicas muito interessantes. Taticamente, a Rúben Amorim tem uma ideia muito concreta, e agora há treinadores que dizem que inventaram o modelo com os três centrais… A verdade é que a fazê-lo com esta mestria? O que  ele fez este ano foi completar tecnicamente o plantel perante aquilo que é o seu modelo tático. Às vezes tentam e não conseguem, e o Sporting este ano conseguiu na perfeição. Sinceramente, se fosse só por estes dois fatores, e nunca é, tenho de dizer que taticamente estou apaixonado (risos). Tecnicamente e taticamente, somando os dois, acho que o Sporting é o melhor. Só tecnicamente não acho, taticamente acho que está no poleiro. Agora, quando juntas os três fatores, não há possibilidade, e é isso que os rivais não estão a perceber de todo, e isso verificou-se no jogo da Taça da Liga frente ao FC Porto. Quando o FC Porto marca e o Sérgio Conceição retira as estrelas da equipa, percebi que o Sporting ia ganhar. Mentalmente, é uma equipa que nem quando sofre um golo abate. Não estou a dizer que o Sporting não vai perder pontos, até pode perder, mas com esta atitude mental associada ao tático e ao técnico, a não ser que haja um descalabro, o que não vai acontecer, o Sporting vai ser campeão.»

«Jorge Jesus não tem noção nenhuma do que é o tratamento humano»

Sobre o Benfica, Bruno de Carvalho considera que o problema está na atitude de Jorge Jesus, considerando que o mesmo deixa de parte a parte mental, focando-se somente no valor técnico e tático.

«Qual é o grave problema do Benfica? É que o Jorge Jesus despreza completamente o que é mental. Tive a possibilidade de trabalhar com ele e verifiquei isto. Acha que se taticamente e tecnicamente, se funcionar, está feito. Disse num programa do Bola da Rede,  fiz alusão ao factor ‘Jorge Jesus primeiro ano’,  que o Jorge Jesus é tão bom tecnicamente e taticamente, que são os próprios jogadores que, só com o que ele é bom, se superam a nível da questão mental. Mas isso funciona um ano, a partir daí começa o desgaste. Como o Jorge Jesus não tem noção nenhuma do que é o tratamento humano e da importância da questão mental, chega a um ponto que começa sempre a haver um afastamento, questões no balneário e desentendimentos. Depois, por muitas reuniões que o Luís Filipe Vieira faça com a estrutura e capitães, eu já tive no papel dele, chegas a um ponto em que já não dá. Isto não é o primeiro ano, o Jorge Jesus voltou ao Benfica. Ainda teve um azar, os danos da pandemia, não estou a falar dos jogadores que têm covid-19 e não podem jogar, estou a falar dos danos mentais na pandemia… O que é que a idade nos dá mais? A capacidade de percebermos o que está à nossa volta. Os jogadores do Sporting, não são todos, os miúdos, têm uma vontade tão grande de jogar, de representar o clube, de atingir resultados, que não há pandemia que lhes crie um problema. Apesar de ser conhecido como o treinador dos jogos mentais, o Jorge Jesus separa muito bem aquilo que é a sua capacidade de fazer jogos mentais com os outros treinadores, mas chega aos jogadores e despreza, até porque um bom jogador para ele é o que faz o que ele diz e não pensa.»

«O Sérgio Conceição ainda não dá o real valor à equipa do Sporting»

Em relação aos Dragões, Bruno de Carvalho considera que a equipa de Sérgio Conceição não olha da mesma forma para o Sporting que olha para o Benfica.

«O FC Porto, eu percebi claramente no jogo da Taça da Liga. Acho que o Sérgio Conceição ainda não dá o real valor à equipa do Sporting e olha para a equipa dele e pensa que tinha de ir em primeiro, até pelo facto de que o que ia discutir o título com ele estar em quarto. Mas isso não se faz de vontade própria, faz-se com resultados no campo. E, se tecnicamente os jogadores do FC Porto são mais evoluídos do que o do Sporting, taticamente o Rúben está mais forte porque aquele modelo de jogo com os artistas certos, e o Sporting tem, é, neste momento, o modelo de jogo mais difícil de ser combatido pelo treinador contrário. A equipa do Sporting, em termos de mobilidade e de largura de jogo, e absolutamente fantástica. Um excelente maestro, belos artistas e uma equipa que não se rende, mesmo quando está a perder, isto é garantidamente de campeão. O FC Porto, se quiser lutar, o Sérgio Conceição vai ter que dar crédito ao Sporting e começar a pensar em qual é a forma de dentro de campo de combater estes três elementos, neste momento, muito fortes, e esquecer a competição lugar a lugar».

- publicidade -

Conclui, sem ter qualquer dúvida, que «este campeonato está com mérito entregue ao Sporting».

Brevemente disponível no Diário do Distrito as restantes partes da entrevista a Bruno de Carvalho.

2ª parte da entrevista – «A nível de gestão, duvido que tenha existido pior do que estes órgãos sociais» – Bruno Carvalho | Entrevista prt. II
3ª parte da entrevista – «Para mim, enquanto cidadão, Alcochete não está resolvido» – Bruno de Carvalho | Entrevista prt. III
4ª parte da entrevista – «A seguir a Pinto da Costa, António Salvador é o melhor presidente em Portugal» – Bruno de Carvalho | Entrevista prt. IV
5ª parte da entrevista – «Tive um órgão de comunicação social que não descansou enquanto não pôs Portugal a considerar-me culpado» – Bruno de Carvalho | Entrevista prt. V

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui